terça-feira, 22 de novembro de 2011

Dica de leitura - O incrível dom de Oscar



  
No dia em que chegou ao lar de idosos Stree House, Oscar era bonitinho e cheio de atitude, o que parecia perfeitamente normal para um gato.
Mas esse bichinho, aos poucos, revelou um dom extraordinário: ele é capaz de sentir quando a morte se aproxima.
Agindo como se não fizesse mais que sua obrigação, Oscar vai ao quarto do paciente, deita-se na cama e começa sua vigília, trazendo conforto e carinho em um momento tão delicado. E é sua presença que permite aos profissionais da saúde e entes queridos saberem a hora de dizer adeus.







Escrito pelo geriatra Dr. David Dosa que, impulsionado pela curiosidade ao ouvir diversas enfermeiras comentando sobre os dons do gatinho, começa a entrevistar os familiares daqueles que Oscar presenciou a morte, tentando encontrar uma explicação para este mistério.
Para isso, Dr. Dosa visita os familiares dos pacientes que receberam a visita  de Oscar em seus momentos finais, para tentar compreender algo que a ciência não consegue explicar.
É uma narrativa muito emocionante. Vale muito a pena ser lido. A história trata sobre o fim da vida e dos cuidados com pacientes terminais. Fala do convívio e das lições aprendidas com os idosos portadores de doenças degenerativas, sendo a mais citada o Alzheimer. O texto mostra as dúvidas, os cuidados e a desinformação sobre os primeiros sintomas da doença.
 È uma leitura bem agradável, confesso que comprei por ser sobre um gato, e que havia servido como base para um episódio da série House, que sou super fã, Here Kitty.
Recomendo muito o livro!


Oscar, essa foto foi salva antes de comprar o livro, se alguém souber da onde é me avisa tá?



O incrível dom de Oscar e o incrível Pé Grande heheh

4 comentários:

  1. amiga axo essa hist sensacional! linda! q dom maravilhoso heim? eu queria ter um agtinho desse ao meu lado nessas hrs! bjsss

    ResponderExcluir
  2. Estou louca atrás deste livro, ainda não achei :(
    Deve ser ótimo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que tem que mudar o nome do Pé Grande, o pé dele nem parece mais tão grande.

    ResponderExcluir
  4. E eu tô seguindo o blog duas vezes...

    ResponderExcluir